Domingo, 21 de Outubro de 2018

Turismo
Quinta-Feira, 02 de Agosto de 2018, 06h:57

ENOTURISMO

Primeira feira do vinho acontece em setembro em Bento Gonçalves

A primeira edição da Feira Internacional do Vinho, feira que ocorrerá em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, entre os dias 26 e 29 de setembro próximo, promete aquecer a economia e atrair turistas.

Redação

Divulgação

O objetivo da feira, que terá a sua primeira edição neste ano, é a de promover a produção de vinhos, espumantes e o suco de uva nacional. Embora tenha o objetivo de comercialização e divulgação desses produtos, o enoturismo também está na agenda da Ibravin, disse o seu presidente. Segundo  o presidente do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Oscar Ló, não existe uma grande feira do setor na América do Sul e a intenção da entidade é a de transformar o evento em um grande encontro entre produtores e aficionados da bebida. As feiras mais importantes do mundo do setor estão na Europa, que é o maior produtor e consumidor mundial de vinhos e espumantes.

Mesmo não tendo grande expressão como consumidor de vinhos - o Brasil ocupa a 16ª posição internacional como produtor de uvas para a produção de vinhos e espumantes, 26ª na elaboração de vinhos e espumantes e 18ª em área cultivada - o país registrou um salto de 169% em sua produção no ano passado, chegando a 3,4 milhões de hectolitros, segundo dados da Organização Internacional de Vinha e do Vinho (OIV).

O consumo do brasileiro ainda é pequeno, quando comparado a outros países com mais tradição no consumo da bebida. A população consome em média 1,8 litro per capita ao ano, enquanto os líderes portugueses consumiram 54 litros/ano, os franceses 51,8 litros/ano e os italianos 41,5 litros/ano, em 2017, segundo a OIV.

O Rio Grande do Sul é o maior produtor brasileiro de uvas para a produção de vinhos, espumantes e sucos de uvas. Os gaúchos respondem por cerca de 90% da produção brasileira de uvas para a produção de vinhos e espumantes que estão concentrados na Serra Gaúcha. No país, 12 estados produzem uvas para fazer as bebidas.

A Wine South America se realiza no Parque de Eventos de Bento Gonçalves, que possui uma estrutura referência na América do Sul com heliponto, estacionamento para 2.500 veículos e mais de 57 mil m² de área construída.

Divulgação

Parque de Eventos

Parque de Eventos de Bento Gonçalves

 

Rotas turísticas
Bento Gonçalves tem cinco rotas turísticas que encantam pela beleza e ótima infraestrutura para receber os visitantes. 

Vale dos Vinhedos: É o principal destino enoturístico do Brasil. É também o roteiro turístico da cidade mais visitado desde 2008. 

Esta rota representa o legado cultural e histórico deixado pelos imigrantes italianos, chegados ao Brasil em 1875. Os costumes e tradições estão enraizados nas pessoas e na paisagem do Vale dos Vinhedos. A construção de capelas e capitéis, a devoção aos santos, o dialeto vêneto e, principalmente, o cultivo da videira e a produção do vinho são marcas da imigração italiana.

Vales e montanhas cobertos de parreirais marcam a beleza do Vale dos Vinhedos, onde a vocação para a vitivinicultura mostra todo o seu potencial. As pequenas propriedades rurais dividem espaço com vinícolas de destaque nacional e internacional pela qualidade dos seus vinhos.

Caminhos de Pedra -  Resgatam a herança cultural recebida dos imigrantes italianos, constituindo-se num museu vivo, onde os descendentes desses imigrantes recebem o visitante e lhes mostram a autenticidade e originalidade da sua cultura, gastronomia e arquitetura.

Divulgação

Caminho de pedras

 

Vale do Rio das Antas - Um local de extrema beleza cercado por uma paisagem exuberante. Neste trajeto o visitante encontra tendas de produtos coloniais, artesanato e lancherias com vista panorâmica. A 25 km de distância da cidade de Bento Gonçalves  está situada a Ponte Ernesto Dorneles, também conhecida como “Ponte do Rio das Antas” uma das maiores do mundo em arcos paralelos suspensos. Num dos pontos do trajeto o visitante poderá observar as águas do Rio das Antas formando uma enorme “ferradura” ao redor de uma montanha.

O Vale abriga, na sede do Distrito de Tuiuty, as novas instalações dos Vinhos Salton, uma construção grandiosa com 30.000 metros quadrados. Além do parque industrial, a Salton contará com um Parque Temático da Uva e do Vinho, com passarelas internas para que os turistas possam transitar pela área de produção de vinhos e conhecer todo o processo de elaboração, desde a colheita da uva até o engarrafamento.

Cantinas históricas - Para saborear o melhor da culinária dos imigrantes, deliciar-se com os vinhos e principalmente conhecer as histórias e a cultura dessa região. Usadas originalmente para guardar os mantimentos, as cantinas são um lugar carregado de saberes e memória que retratam a vida do colono em uma experiência inesquecível.

 As cantinas oferecem almoços e jantares com cardápios típicos italianos e regionais. Para completar o passeio, não esqueça de apreciar a vista do Mirante do Campanário.

Divulgação

Bento Gonçalves

 

Rota Rural Encantos de Eulália -  Um passeio de puro charme e encanto em um trajeto surpreendente, composto por belas paisagens e uma variedade de atrativos: degustar um bom vinho, saborear uma comida típica italiana, encantar-se pelo valor às amizades e pela energia da aventura.

A Linha Eulália está inserida no interior de Bento Gonçalves,  onde os primeiros imigrantes vindos do norte da Itália se instalaram em 1878. Foram conservados até hoje nas famílias da região os usos e costumes que caracterizam o jeito simples de viver típico do interior.

(Com informações da prefeitura de Bento Gonçalves)

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO