Domingo, 19 de Maio de 2019

Política
Quarta-Feira, 01 de Maio de 2019, 18h:28

DITADORES DA HISTÓRIA

Venezuela agoniza enquanto Maduro segue no poder. Até quando?

Qual será o destino de Nicolás Maduro?

Jô Navarro

Reprodução

A Venezuela sangra sob o jugo do ditador Nicolás Maduro. Pagando as forças militares para se manterem leais, o chavista está disposto a manter-se no poder a qualquer custo.

O narco regime de Maduro tem muito a perder, assim como os militares que se beneficiam dele. Por isso os comandantes fieis a Maduro prolongam a agonia dos venezuelanos defendendo o 'companheiro bolivariano'.

Exemplos históricos
A história é pródiga em exemplos de ditadores que oprimiram e exploraram o povo. Acabaram mortos, tiveram seus palácios invadidos e destruídos. Registra desfechos trágicos de ditadores, alguns foram executados, outros se suicidaram. Há ainda os que buscaram asilo político no exterior. Quanto mais cruél o ditador, mais terrível foi seu final, julgado e executado pelo povo. Vejamos alguns:

O ditador líbio Muammar Kadafi, que ficou 42 anos no poder, foi um deles. No dia 20 de outubro de 2011 as cenas da morte do ditador líbio chocaram o mundo. Aquele foi chamado o dia da independência.

O ditador iraquiano Saddam Hussein ficou 24 anos no poder. Foi deposto com auxílio dos Estados Unidos. Sua estátua foi derrubada em Bagdá, o que se tornou um símbolo da libertação. Enquanto isso ele fugia para o interior do país. Os filhos do ditador, Uday e Qusay, forma mortos pelo exército americano que iniciou uma caçada a Saddam na sua cidade natal, Tikrit. Ele foi encontrado dentro de uma tubulação,aparentemente debilitado. Foi preso, julgado e condenado à pena de morte por enforcamento em 5 de novembro de 2006. Saddam Hussein foi acusado de ter cometido crimes contra a humanidade.

O militar egípcio Hosni Mubarak ficou 30 anos no poder, de 1989 a 2011, quando renunciou ao cargo aos 82 anos, após 18 dias de protestos no Egito. Fraudou eleições para manter-se no poder. Foi a julgamento pela morte de manifestantes.

O presidente da Sérvia, Slobodan Milošević, foi deposto em outubro de 2000. Ele comandou o país europeu entre 1989 e 1997, e posteriormente a República Federal da Iugoslávia de 1997 a 2000. Acabou preso pelas autoridades federais em 31 de março de 2001, após o Tribunal Penal Internacional em Haia ter solicitado sua detenção. Ele foi acusado por crimes de guerra contra a humanidade e genocídio, cometidos durante a guerra civil iugoslava. Milošević foi encontrado morto em sua cela em 11 de março de 2006, no centro de detenção do tribunal penal em Scheveningen (Haia).

Adolf Hitler ocupou o poder na Alemanha entre 1934 e 1945. Suas tropas foram responsáveis pela morte de seis milhões de pessoas que ele considerava inferiores, dentre eles judeus, negros, homossexuais e outras minorias, no que ficou conhecido como Holocausto. Hitler cometeu suicídio no seu quartel-general (o Führerbunker), em Berlim, em 30 de abril de 1945.

Qual será o destino de Nicolás Maduro?

(Com informações da revista Exame)

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO