Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018

Brasil

Sábado, 01 de Julho de 2017, 16h:25

ELEIÇÕES 2018

Podemos lança Alvaro à presidência do Brasil

Redação

O novo partido Podemos está na liça. A liderança nacional é do paranaense Alvaro Dias, senador, e a partir de agora candidato a presidente da República. Em sua fala, Alvaro destacou que o Podemos pode ser o grande catalisador de todas as esperanças de mudança que movem os brasileiros. É urgente a necessidade de alcançar índices de crescimento capazes de restaurar as condições de existência em um país com 14 milhões de desempregados e uma economia recém devastada pela corrupção e gestão equivocada de governos populistas. Antes de tudo, o povo precisa confiar em quem vai votar e acreditar que podemos mudar para melhor.

O Pode, como se referem seus adeptos ao Podemos, começa acumulando forças. O senador Álvaro Dias (PR) e o ex-jogador do Corinthians, Marcelinho Carioca, se filiaram na cerimônia de lançamento do partido, em Brasília. O senador Romário (RJ) enviou um vídeo ao evento no qual também anunciou sua filiação.A bancada da legenda na Câmara é formada por 14 deputados e deve aumentar na janela de tranferências.

Apesar de autoproclamado como uma novidade no cenário político brasileiro, com o mote “Podemos mudar o Brasil”, o Pode é o Partido Trabalhista Nacional (PTN) em uma nova roupagem. Fundado em 1945 como uma dissidência do PTB, o PTN é uma das siglas mais antigas do país. Era a legenda de Jânio Quadros, eleito presidente da República em 1960.

Durante o ato político, o deputado distrital Rodrigo Delmasso foi apresentado como anfitrião do evento. “As pessoas ainda acreditam no país que pode devolver a elas a dignidade de viver”. Ele defendeu que Álvaro Dias seja candidato a presidente em 2018 para “tirar o Brasil da lama”.

Pouco antes do discurso, Álvaro Dias e Renata Abreu acompanharam as filiações de algumas pessoas ao partido, entre os quais empresários e advogados, como Antônio Campos, irmão do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, que morreu em 2014.

Durante o evento, o líder do Podemos na Câmara, deputado Alexandre Baldy, disse que o povo brasileiro deseja mudanças na política. “O Brasil não suporta que haja 14 milhões de desempregados. O brasileiro quer um país que tenha jeito e o emprego é a forma mais digna do povo sustentar a família”, disse.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO